Mês: Abril 2020

Isolamento social sem qualidade

É verdade. É isto que eu sinto.

Apesar de estar a trabalhar, não estou a tirar proveito disto como devia ser.

Chego ao fim da semana e penso: “O que fizeste de útil? O que fizeste que não consegues fazer na tua rotina normal?”. As respostas não me têm agradado muito…

Tarefas feitas:

  • Casa limpa e arrumada quase como se tivesse alguém a vir cá limpa-la que não eu;
  • Começo de uma horta, apesar que desmotivada que eu gosto das coisas para ontem;
  • Cozinhei muito, até em fogão de lenha;
  • Pasteleira também estou aprovada porque o meu colega de casa come tudo;
  • Pintar mandalas também já aconteceu;
  • Jardinagem quase todos os dias;
  • Limpar janelas, ainda faltam algumas;
  • Seis treinos por semana a serem concluídos com sucesso para minha surpresa;
  • Apanhar sol, quando o tempo deixa;
  • Não fazer compras online de trapinhos;
  • Acabei com a Casal Garcia…

Tarefas que tenho na cabeça mas fazer esta no batalha:

  • Arranjar o escritório e deitar coisas ao lixo;
  • Ler um livro, isto esta mesmo difícil;
  • Continuar com a rotina do inglês, esta um drama instalado. Não sei se hei-de pagar pelo Busuu ou não;
  • Pensar no plano A, B, C, D e E para o majestoso aniversário de dia 8 de Maio.

Eu estou frustrada não é de não sair de casa, é de achar que estou a ser uma incompetente a usar este tempo livre vindo do céu!

E por aí? O isolamento está a ser produtivo?

Digam que sim senão são outros incompetentes!

NÃO VOU VER M&#@* NENHUMA DA CELA 7

Isso mesmo! Não vou ver porra nenhuma! “Ai choras do início ao fim”; “É uma lição de vida”; “Toda a gente devia ver”. CRIATURAS, eu para chorar penso no cinto da LV que não posso ter, da sangria que queria ir beber ao 37 na […]

Quarentena

As palavras de 2021, aqui para vocês. Ora bem, teve que vir uma pandemia com acompanhamento de uma quarentena e como sobremesa um layoff para eu voltar ao Rita Catita como deve ser. Quem me segue pelo Instagram sabe que o teletrabalho deu para fazer […]